Dilma inaugura mais de cinco mil casas em Manaus

0
516

A presidenta Dilma Rousseff chegará nesta quinta-feira (13), à noite, em Manaus para a inauguração de 5.384 unidades habitacionais da segunda etapa do Residencial Viver Melhor, projeto integrante do Minha Casa, Minha Vida. Até o momento, o programa Minha Casa, Minha Vida já entregou 1,4 milhão de moradias em todo o Brasil, sendo 7.231 no Amazonas. Para os próximos anos já estão contratadas 1,7 milhão de unidades, 34.290 delas no estado.

Para o senador Eduardo Braga (PMDB), que fará parte da comitiva oficial da presidenta, o investimento em setores como habitação, infraestrutura e mobilidade que o governo federal vem promovendo é um exemplo do comprometimento de Dilma com o Amazonas.

“Desde que o Amazonas deu uma mostra inequívoca de apoio ao governo do Partido dos Trabalhadores, temos visto uma recíproca verdadeira por parte do governo federal. A inauguração do Viver Melhor é um exemplo dos frutos desta parceria. E teremos muito mais por vir”, afirmou.

Agenda – Em Manaus, a presidenta Dilma Rousseff também vai visitar as obras do estádio Arena da Amazônia. A visita está prevista para as 14h30. Em seguida, Dilma se dirige à Base da Marinha, na Estação Naval Rio Negro, para conhecer o barco-escola Samaúma 2.

 

Investimentos no Amazonas

 

O projeto Viver Melhor faz parte de um pacote de grandes obras de infraestrutura que o governo federal vem realizando nos últimos anos no estado do Amazonas. Entre os principais investimentos está a ampliação e modernização da maternidade Antônia Balbino; a reforma, modernização e ampliação do aeroporto de Manaus; a construção da Avenida das Flores e a construção da linha de transmissão de energia Tucuruí-Macapá-Manaus.

Mas os investimentos do governo não se limitam ao setor de infraestrutura. Em 2013 Eduardo Braga, líder do governo no Senado, foi o principal articulador da aprovação da Medida Provisória que criou o Mais Médicos, programa que já trouxe para o Amazonas 221 médicos, distribuídos por 53 municípios e cinco Distritos Sanitários Indígenas, beneficiando cerca de 730 mil pessoas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui