Matador invade velório e com um terçado na mão diz que está a fim de matar mais um

0
477

Mesmo depois de matar Willes Ramos da Costa, 33 anos, com três facadas, Marcos Costa da Silva, 22 anos entrou na casa da Rua Coari, bairro da União, em Manacapuru, onde era realizado o velório, e com um terçado na mão soltou o verbo:

“Sou homem e não tenho medo de ninguém. Se aqui tiver macho avisem porque estou a fim de matar outro”, desafiou a todos os presentes como se estivesse possesso, Marcos Costa.

Revoltados com o comportamento pra de lá de maluco do homicida, que faiscava como se tivesse perdido o juízo, como um cão raivoso, familiares e amigos de Willes irromperam como um furacão contra o matador que só não foi linchado devido a imediata intervenção da polícia, que compareceu a local para prendê-lo.

Minutos depois, a casa que morava Marcos, ardia em chama.

Desta feita, a polícia nada pôde fazer para conter a fúria do povo, abalado com o crime que chocou Manacapuru.

De acordo com relato de moradores da cidade, o motivo que deu origem ao crime teria sido um tapa que Willes teria dado em Marcos, que está detido na Delegacia de Polícia de Manacapuru até a expedição do pedido de prisão da autoridade judiciária.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui