Árabe oferece 1,5 milhão de dólares para ser o primeiro homem Catarina Migliorini

0
1110

O segundo leilão pela virgindade de Catarina Migliorini não vai mais terminar nesta segunda-feira (09), como estava previsto.

Em conversa com Purepeople, a jovem conta que resolveu adiar o término porque recebeu uma proposta tentadora.

Um árabe ofereceu 1,5 milhão de dólares para ser o primeiro homem de sua vida. Ela, no entanto, ainda não fechou o acordo.

“Duvido que alguma oferta do leilão supere essa, sendo que ele diz que ainda cobre, caso tenha uma proposta mais alta. Mas, o problema, é que ele fala em casamento. Eu não quero me casar e, antes que me critiquem, não tem nada a ver com o fato dele ser muçulmano. É que isso não está nos meus planos, pelo menos agora. Ainda não me sinto preparada”, lamenta.

Catarina conheceu o homem pela internet. Ele entrou em contato com a jovem através do e-mail existente no site de seu leilão. “Ele me contatou diretamente e nos falamos por Skype. Ele sempre pede para eu encerrar o site e diz que quer me dar uma vida de luxo e muita riqueza. Mas isso me assusta”, conta.

Segundo a jovem, o único porém mesmo é a proposta de casamento. “Ele é bonito, inteligente e jovem. Não perguntei a idade, mas, pelo vídeo, dá para perceber que deve ter uns 40 anos ou até menos. Fala 11 idiomas, é romântico e gosta de me chamar de ‘amore’. Gosto disso”, diz ela, afirmando não saber qual é o ramo de negócios que o homem, nascido na Argélia, atua.

“Não sei se tem a ver com petróleo. Não fico perguntando dos negócios dele, mas pela webcam dá para perceber muita riqueza no local em que vive. Ele me disse que construiria uma quadra de tênis para mim na mansão dele”, ressalta Catarina, citando seu esporte favorito.

A probabilidade dela não ser a única esposa dele, já que no mundo árabe isso é permitido, não a assusta. “Eu não quero me casar, mas, se topasse, isso não seria um problema. Essa é uma cultura deles. Estão acostumados com isso, devemos respeitar. Mas ele disse que é um muçulmano progressista, então deve querer ter uma esposa só”, supõe.

E tem mais. Para tirar sua dúvida, se aceita ou não o pedido de casamento, Catarina vai viajar para encontrar com o árabe. “Ele me convidou para ir a Malta (país europeu localizado no Mar Mediterrâneo), onde tem casa. Disse que paga todas as despesas, inclusive de acompanhantes. Claro que não irei sozinha, vou levar duas pessoas comigo”, ressalta.

Na volta, prevista para o início do ano que vem, Catarina vai decidir se encerra o leilão ou se aceita a proposta do árabe. “Quero viajar, colocar as fotos no meu Instagram (@catarina_migliorini) e depois chego a uma conclusão. Está na hora de eu decidir o que fazer”, conclui. Vale relembrar que esse é o segundo leilão envolvendo a jovem brasileira e sua polêmica virgindade, já que o primeiro não deu certo.

A noite de sexo com o japonês de 53 anos, que deu o lance de R$ 1,5 milhão na primeira tentativa, não aconteceu. “Foram muitos desentendimentos”, conta, negando que tenha desistido após ver os dotes do homem asiático, como chegou a ser divulgado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui