Félix de “Amor à Vida” assume presidência do hospital no lugar do César

0
1155

Após ser ameaçado por Edith (Bárbara Paz) no capítulo da próxima quarta-feira (2), que quer dinheiro para não revelar que ele é o verdadeiro pai de Jonathan (Thalles Cabral), César (Antônio Fagundes) perderá a presidência do hospital. Pilar (Suzana Vieira) ficará com metade do San Magno e Félix (Mateus Solano) vai mexer seus pauzinhos para ocupar o lugar do papi soberano.

Tudo começa durante a audiência do processo de divórcio de César e Pilar. Ela quase desiste de exigir metade do hospital, mas, pensando no filhos e, claro, na vingança, decide ir em frente. Quando ganha o que queria, Pilar continua triste, mas Félix não se aguenta de felicidade.

O vilão prontamente tenta convencer Priscila (Cristina Mutarelli), uma das acionistas do San Magno, a votar nele para presidente, mas não consegue o que quer. Ele então procura Rebeca (Paula Braun) e descobre que sua família, judia, não aceitaria o relacionamento dela com Pérsio (Mauhamed Harfouch). Félix conversa com o primo e é direto: ou ele convence a mãe de votar a seu favor ou ele conta para os pais de sua namorada que ela ama um palestino. Como medo de perder sua amada, Pérsio faz o que o antagonista quer e Félix conquista o cargo do pai. Outra que fica do lado do pilantra é Vega (Christiane Tricerri), que responde pelo marido Atílio (Luis Mello).

Por provocação, Félix oferece a vice-presidência para César e o médico não se segura: “Cala a boca, sua bicha!”. Diante da recusa do patriarca dos Khoury, Paloma (Paolla Oliveira) ocupa a posição.

No capítulo do dia 18 de outubro, Félix voltará para sua antiga sala. Sua primeira providência será chamar Eron (Marcello Antony) para conversar. Em tom de deboche, ele diz que não o mandará embora e pede um demonstrativo das finanças do hospital. O objetivo é saber se César desviou dinheiro para a conta secreta de Aline (Vanessa Giácomo). O que o ex-presidente, de fato, fez.

Outra providência do vilão será resgatar sua secretária Simone (Vera Zimmermann). Quando ela pergunta o porquê de sua decisão, já que ele não gosta dela, Félix explica: “Pra te humilhar, cadela. Vou transformar a sua vida num inferno”. A moça fica calada, mas desabafa com uma amiga: “Se eu pudesse, falava tudo de novo e cuspia na cara dele”. Cruelmente, Félix também demitirá Ciça (Neusa Maria Faro), que, segundo Herbert (José Wilker), não tem condições de trabalhar, pois ainda não se recuperou da tentativa de assassinato.

Quem irá correndo atrás de Félix será Jacques (Julio Rocha). “Vamos ver se eu adivinho, você está disposto a ter alguma coisa comigo, a baixar as cuecas, se eu te der este cargo”, dirá o novo presidente do hospital, se referindo à posição de cirurgião-chefe do San Magno.

O médico explica: “Nós fomos estreitando a nossa relação, aos poucos, eu fui descobrindo novas possibilidades. Eu acredito que a gente pode ter uma boa parceria. Em todos os sentidos”. Ofendido, Félix diz: “Gosto demais de mim mesmo para cair numa cantada desse tipo. Você acha que eu colocaria um merdinha como você num cargo desses?”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui