Pediatra possessa é afastada por se recusar a atender duas crianças em hospital de SP

0
571

Uma pediatra de São Paulo foi afastada de suas atividades no Hospital Geral da Vila Penteado, na zona norte, após se recusar a atender duas crianças. Edinei Brandão de Souza, pai de uma delas, gravou o momento em que ele rasga o prontuário da criança.
Segundo informações da Folha de S.Paulo, a confusão teve início porque a médica não quis atender uma outra criança que estava com uma infecção no ouvido. “Ela chegou a atender minha filha, viu que ela estava com 38,5º C de febre e recomendou uma medicação. Depois de se descontrolar e recusar atender a filha de uma outra mulher, começou a gritar e disse que o meu caso não era grave”, disse Souza em entrevista ao jornal.

Assustado com a reação da médica, ele começou a gravar. No vídeo, a mulher bate em objetos e diz que vai “quebrar o celular” do homem para que ele pare a gravação.

Ele contou ainda que a médica voltou e disse que atenderia a garota caso ele apagasse os vídeos. O homem não aceitou a proposta e acionou a Polícia Militar; a menina foi atendida por outro profissional.

A Secretaria Estadual da Saúde informou, por meio de nota, que foi aberta uma sindicância interna para apurar as circunstâncias do atendimento. A mulher corre o risco de perder o cargo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui