Presidiários do Pavilhão A da cadeia pública Vital Pessoal enfrentam falta de água desde domingo

0
696

Informações chegadas ao blog no início da tarde desta quarta-feira,04, dão conta de que, lá pelo lado da cadeia pública de Manaus, Desembargador Raimundo Vital Pessoa, na Avenida Sete de Setembro, uma nuvem carregada e preste a explodir se espalhou na atmosfera sombria que ronda aquele ambiente carcerário.

Motivo: desde domingo, presidiários pertencentes à ala (pavilhão)”A” da cadeia pública foram obrigados a arregaçar a manga e pegar na picareta, pá e ouros utensílios para desentupir um esgoto que passa pelo meio pavilhão.

Resultado: a ala A está toda quebrada e invadida por insuportável odor. Como não têm outra alternativa, os presidiários trabalham a todo vapor para resolver o problema que, entre outras consquências, provocou a falta d’água.

Outras informações chegadas do presídio asseguram que situações iguais a do Pavilhão A são corriqueiras na cadeira pública da Sete de Setembro. “Se a gente não por a mão na massa, não adianta esperar pelo poder público porque nada será feito”, denuncia um fonte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui