Mais uma fuga é registrada na cadeia pública de Manaus – “Papai” escafedeu-se pela porta da frente

0
989

Fuga de Papai, que pertencente ao grupo de traficantes comandado por Carlos Condera, ex-conselheiro Tutelar do bairro Nova Vitória, zona leste, pode custar a cabeça do diretor do presídio. Por isso e por enquanto, o assunto é tratado debaixo de sete chaves

Informações chegadas ao blog no final da manhã desta sexta-feira, 3O, de fontes ligadas à cadeia Pública Desembargador Raimundo Vital Pessoa, dão conta de que o traficante conhecido pelo nome de “Papai” consegiu fugir do presídio sem deixar o menor vestígio.

O mais impressionante, segundo a fonte, é que Papai escafedeu-se pela porta frente na maior cara de pau sem “levantar” qualquer suspeita à guarda daquela casa de detenção.

Papai deu no pé, se mandou, desapareceu como num passe de mágica – se é que isso é possível entrar na cabeça mesmo daqueles cuja inteligência (mediana) não é das mais privilegiadas.

A fuga de Papai, que pertencente ao grupo de traficantes comandado por Carlos Condera, ex-conselheiro Tutelar do bairro Nova Vitória, zona leste, pode custar a cabeça do diretor do presídio. Por isso e por enquanto, o assunto é tratado debaixo de sete chaves, no mais absoluto “segredo de estado”

A inteligência da Polícia já está em campo a procura de Papai, mas até agora nem sinal.

Pior: Papai já foi informado de que se ele for recapturado morre na cadeia. O motivo? Não foi autorizado por Condera para empreender a fuga.

Detallhe: com o desaparecimento de Papai, a cadeia pública registra em apenas duas semanas um total de duas fugas.

Sobre Condera

Carlos Condera do Nascimento Filho, 51, é apontado pela polícia como uns dos principais chefes do tráfico na zona leste da cidade.

Ao ser preso, Carlos Condera assumiu ser traficante e em troca da liberação da esposa, entregaria mais drogas aos policiais.

Carlos Condera fazia parte do Conselho Tutelar da zona leste de Manaus, mas saiu do cargo no início de 2012.

Com ele foi apreendido um rifle calibre 22, duas balanças de precisão, três facas, R$ 1.130 em espécie, cinco porções grandes de pasta base de cocaína e um veículo modelo Uno, de cor branca e placa NOR 2232.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui