Assassino de jornalista é executado na Somália

0
731

O governo da Somália executou neste sábado (17) um homem condenado por assassinar um jornalista, segundo fontes militares. Esta foi a primeira pena de morte para alguém acusado por este tipo de crime, no país considerado um dos mais perigosos para os profissionais da mídia. As imagens são fortes.

A execução foi realizada por um pelotão de fuzilamento em uma praça da capital Mogadíscio. Ele foi condenado em março e seu recurso foi negado pela Justiça.

O homem, identificado como Aden Sheikh Abdi, foi condenado por matar o repórter Hassan Yusuf Absuge, da Rádio Maanta, em setembro do ano passado.

Durante seu julgamento, Abdi foi acusado ainda de ter envolvimento com o grupo al-Shabab, um dos braços da Al-Qaeda na Somália.

A morte do assassino é um marco na história do país, após anos de impunidade a crimes cometidos contra jornalistas.

A Somália é um dos países mais perigosos para profissionais da mídia. Somente no ano passado, 18 repórteres foram mortos.

De acordo com as autoridades, membros do Al-Sharab, donos de terras, criminosos e até agentes do governo são instruídos para matar jornalistas.

Fonte – AFP

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui