Náutico, Santa Cruz e Sport tem torcidas organizadas como alvos de operação da Polícia Civil

Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco
Compartilhe:

Torcidas organizadas dos três clubes de maior torcida no estado de Pernambuco (Náutico, Santa Cruz e Sport) são alvos das operações Returno I e Returno II realizadas pela Polícia Civil estadual.

O início dessas operações ocorreram na terça-feira (15) onde 11 mandados de prisão e oito mandados de busca e apreensão foram expedidos nos procedimentos gerenciados pelo delegado Paulo Moraes, chefe da Delegacia de Repressão à Intolerância Esportiva (DPRIE).

Pensando na questão do sigilo e segurança da sequência das investigações, poucas informações foram confirmadas pelo órgão. Algo que não inclui detalhes sobre quais dados estão sendo buscados ou mesmo a identidade das organizadas que estão no escopo das operações policiais realizadas nas cidades de Abreu e Lima, Camaragibe, Itamaracá e a capital, Recife.

Um dos elementos que foi apurado junto as autoridades é de que a confusão envolvendo torcedores de Santa Cruz e Sport em fevereiro desse ano na festa de comemoração dos 106 anos da Cobra Coral está inclusa nas investigações em crimes como dano ao patrimônio, lesão corporal e corrupção de menores.

Segundo informação do portal ‘JC’, as operações tiveram, como um de seus alvos, o atual presidente da Torcida Jovem do Sport, Henrique Marques Ferreira.