23.6 C
Amazonas
quarta-feira, janeiro 26, 2022

Djokovic pode ter manipulado teste de covid, diz revista alemã

Tenista não vacinado apresentou às autoridades australianas teste positivo de covid-19 feito em dezembro, que permitira a entrada no país mesmo sem a imunização. “Der Spiegel” aponta indícios de que exame foi manipulado.Um teste de coronavírus apresentado pelo tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic, para entrar na Austrália e disputar um campeonato pode ter sido manipulado, segundo reportagem da revista alemã Der Spiegel publicada nesta terça-feira (11/01).

Sem comprovação de vacina contra a covid-19, o tenista disse que havia obtido uma isenção para entrar no país e jogar o Aberto da Austrália.

A Austrália tem uma política que não permite o ingresso de quem não é cidadão australiano ou não mora no país e que não esteja totalmente vacinado contra a covid-19. Isenções médicas – como a que Djokovic argumentou ter apresentado – são aceitas, mas o governo australiano disse que o tenista não forneceu justificativa adequada para tal isenção.

De acordo com a documentação apresentada pelo equipe jurídica do atleta, ele teria testado positivo para covid-19 no dia 16 de dezembro de 2021 – o que permitiria a entrada do atleta na Austrália mesmo sem a vacina.

No entanto, de acordo com a Der Spiegel, vários indícios, sobretudo na versão digital do resultado do teste, apontam para manipulação.

Dados digitais sugerem que o teste não é de 16 de dezembro. Nos resultados digitais, há um carimbo de data e hora de 14h21, horário da Sérvia, em 26 de dezembro.

Essa marcação normalmente é inserida automaticamente pelos sistemas de testagem, assinalando quando os documentos foram inseridos no banco de dados. Isso geralmente acontece apenas alguns minutos após o resultado do teste ficar disponível. Outra possibilidade seria que os dados fossem gerados quando a pessoa testada baixasse os resultados do servidor.

Os advogados de Djokovic também apresentaram um segundo teste, este negativo, como parte do processo de imigração do tenista. O exame foi feito aparentemente para provar que Djokovic se recuperou da covid-19 e testou negativo para o coronavírus em 22 de dezembro – o horário e data desse documento são confirmados pelo carimbo digital.

Related Articles

Fique conectado

FansLike
FollowersFollow
0FollowersFollow

Outras matérias