35.3 C
Amazonas
quinta-feira, setembro 16, 2021

Mais de R$ 105,6 milhões serão investidos na ampliação e modernização do abastecimento de água em Manaus

Acompanhando o ritmo de crescimento da capital, a Águas de Manaus lança o projeto “+ Águas”, que investirá mais de R$ 105,6 milhões na ampliação e modernização do abastecimento. Com frentes de obras de expansão e melhorias, a concessionária atuará em todas as zonas, levando água tratada e regular aos moradores da capital. Serão implantados 260 km de novas redes de água, com benefício direto para 116 mil manauaras. Iniciativas voltadas ao controle de qualidade, gestão energética e redução de perdas alcançam toda a cidade.

EXPANSÃO – Em apenas uma década, a população de Manaus aumentou em 25%, ultrapassando 2,2 milhões de habitantes. Seja em novas localidades ou em ruas que surgem em bairros antigos, a Águas de Manaus está atenta e preparada para atender a população. Ao realizar melhorias e expansão no sistema de água, toda a cidade ganha.

Mais de 30 áreas da cidade já foram mapeadas e receberão obras de implantação de infraestrutura de água. O trabalho já iniciou e segue até 2023. Monte das Oliveiras, Coliseu, Parque São Pedro, Cidade Nova, Dom Pedro, Terra Nova, Monte Cristo, Cidadão XII e Novo Israel já recebem obras e serviços da Águas de Manaus. Moradores dos bairros José Bonifácio e Cidade de Deus comemoram as melhorias.

Regiões em situação de vulnerabilidade têm recebido atenção especial da concessionária, que está levando água tratada e regular, pela primeira vez, para pessoas que antes não recebiam o serviço. Além disso, os moradores passam a contar com comprovante de residência, o que facilita o acesso a benefícios sociais.

Na zona Norte, as melhorias nos bairros José Bonifácio e Cidade de Deus já foram concluídas, com 4,2 km de rede implantados. “Por vários anos sofremos com falta de água, mas graças a Deus, hoje temos água 24 horas e somos gratos por termos sido escutados pela concessionária”, disse Antelmo Cardoso, que há 20 anos mora no bairro José Bonifácio.

No bairro Monte das Oliveiras, o trabalho avança em ritmo acelerado e contempla a construção de uma estrutura robusta, como Estações Elevatórias de Água Tratada, novos poços e substituição de bombas, que vão triplicar a vazão do sistema, chegando a 220 mil litros de água a mais, por hora. O parque de macromedidores de água está em atualização, o que dará maior controle à concessionária sobre o índice de perdas.

“Seguimos empenhados e acompanhando o crescimento exponencial que Manaus tem tido nos últimos anos, para levarmos mais qualidade de vida, saúde e dignidade para população. Implantaremos novos 260 km de redes de água, com atenção à população em vulnerabilidade. Também investimos na modernização do sistema, adotando tecnologias a favor do saneamento”, ressalta o diretor executivo da Águas de Manaus, Diego Dal Magro.

MELHORIAS – Além de atender a cidade com olhar social, a concessionária vai modernizar o sistema, contribuindo para a vida útil da infraestrutura. A iniciativa está em desenvolvimento e prevê a implantação de equipamentos que atuam no monitoramento da distribuição, controle de qualidade e gestão energética, bem como na redução de perdas.

Os trabalhos incluem a instalação de 157 pontos de monitoramento e 389 válvulas reguladoras de pressão, além de 1.875 registros para setorização dos 208 distritos de medição e controle. Os equipamentos são fundamentais para acompanhar e otimizar a distribuição de água, contribuindo diretamente para a gestão de perdas.

O combate de vazamentos será intensificado, com a busca ativa em 3.600 km de rede, por meio de geofone eletrônico, aparelho capaz de identificar perdas não visíveis, utilizando sensores de solo sensíveis ao som da água.

O Centro de Controle Operacional, que gerencia o sistema à distância e 24 horas, contará com o monitoramento de mais 50 poços, 121 setores hidráulicos, 33 Estações de Tratamento de Esgoto e 71 Elevatórias de Esgoto.

A qualidade da água e a gestão energética também recebem atenção. O consumo de energia elétrica será monitorado em 54 unidades operacionais. Já as análises laboratoriais das Estações de Tratamento de Água serão automatizadas, reforçando a segurança operacional.

A Águas de Manaus trabalha na implantação de Inteligência Artificial na gestão do saneamento. O modelo operacional é automático e adota algoritmos e “machine learning” (aprendizado de máquina) para antever situações críticas de abastecimento, otimizando a distribuição de água e a redução de perdas. A plataforma correlaciona indicadores operacionais, como vazão, pressão e níveis de reservatórios, gerando padrões baseados no histórico dos dados, tornando as decisões mais assertivas.

+ ÁGUAS – O projeto ‘ + Águas’ vai levar mais água tratada aos manauaras, com expansão e modernização do sistema de abastecimento. O objetivo é acompanhar o crescimento constante da cidade, garantindo o acesso à água de qualidade, de acordo com o desenvolvimento de Manaus

Related Articles

Fique conectado

FansLike
FollowersFollow
0FollowersFollow

Outras matérias