28.4 C
Amazonas
terça-feira, outubro 26, 2021

Adolescente conta expectativa de mudança para novo lar, dentro do programa habitacional da Prefeitura de Manaus

Mais de 40% dos novos beneficiários do residencial Cidadão Manauara 2, etapa B, bairro Santa Etelvina, zona Norte, já completaram suas mudanças para o novo lar. Um dos dias mais movimentados de mudança foi no último sábado, 28/8, quando 49 famílias passaram a ocupar o conjunto, que integra o programa habitacional da Prefeitura de Manaus dentro do programa federal “Casa Verde e Amarela”, do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Algumas das mudanças contaram com apoio da prefeitura, com caminhões cedidos pelas secretarias municipais de Infraestrutura (Seminf) e de Limpeza Pública (Semulsp), especialmente para as famílias que estão desempregadas e sem recursos para arcar com os custos de um frete.

Até a tarde desta segunda-feira, 30/8, 230 novos moradores da etapa B concluíram suas mudanças para o novo lar. Quem está fazendo as malas e contando os dias para se mudar no dia 19 de setembro, é a auxiliar de limpeza Ione Raimunda Lima da Silva, com seus dois filhos adolescentes.

A jovem Mikaela Tayane, 17 anos, conta que hoje ela, a mãe e o irmão de 14 anos vivem no apartamento da avó, no conjunto Viver Melhor, zona Norte, desde 2014.

“No dia do sorteio, eu estava acompanhando e meu irmão dormindo. Quando vi o nome da minha mãe, dei um grito, sai pulando pela casa. É uma sensação maravilhosa, uma felicidade enorme”, conta a jovem, que faz planos para o futuro, onde pretende cursar a faculdade de Direito.

Aluna do 3º ano do ensino médio, Mikaela é bastante espontânea e conta que a sua pequena família passou a vida toda se mudando e o local onde passaram mais tempo até então é o Viver Melhor. Com a mudança, um lar para chamar de seu, que sua mãe vai poder pagar, a adolescente torce para que novas rotinas se criem no residencial Manauara 2.

“Eu e meu irmão não somos os mais festeiros, mas tenho certeza que minha mãe vai querer conhecer todos os vizinhos do bloco”, fala de forma divertida, Mikaela.

Mutuários

As mudanças dos novos mutuários, que vão pagar o apartamento em financiamento com a Caixa Econômica Federal, em 10 anos, iniciaram no domingo passado, 29/8. Em razão das medidas de distanciamento por causa da pandemia da Covid-19, os beneficiários foram divididos em grupos, tendo prazo de até 30 dias para realizar suas mudanças.

Para as famílias que não têm condições de arcar com os custos de transporte de um frete, a prefeitura montou uma força-tarefa colocando à disposição caminhões para realizar o serviço.

Programa

O prefeito David Almeida já lançou o programa “Casa para Todos”, cuja meta é a construção de mais de cinco mil unidades habitacionais de interesse social em diversos bairros da capital.

“Nós temos essa entrega de 500 casas e a perspectiva é de fazer cinco mil habitações na cidade de Manaus, em parceria com o Governo federal”, comentou Almeida.

O objetivo do programa é a construção de novos conjuntos habitacionais, além da oferta de lotes pequenos e urbanizados. Conforme o prefeito, o projeto prevê a criação de um Núcleo de Apoio Técnico à Moradia, que será responsável por orientar o cadastramento das famílias nos programas habitacionais.

Residencial Manauara 2

Cada torre do residencial Cidadão Manauara 2 tem cinco andares, sistemas de gás encanado e de água, além de instalações hidrossanitárias.

Os apartamentos são adaptados, atendendo à Norma Brasileira (NBR) nº 9.500, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que trata da acessibilidade a edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos para Pessoas com Deficiência (PcDs), inclusive nas áreas comuns.

Os futuros moradores serão isentos de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), como medida da gestão do prefeito David Almeida, por lei municipal.

 

Related Articles

Fique conectado

FansLike
FollowersFollow
0FollowersFollow

Outras matérias