21.8 C
Amazonas
sábado, dezembro 4, 2021

SP desobriga máscaras em ambientes abertos a partir de 11 de dezembro

São Paulo – A partir de 11 de dezembro, o uso de máscaras em locais ao ar livre e sem aglomeração não será mais obrigatório no estado de São Paulo. O anúncio foi feito pelo governador João Doria (PSDB) nesta quarta-feira (24/11).

As máscaras continuarão sendo obrigatório nas áreas internas de estabelecimentos e no transporte público, inclusive nos pontos de ônibus e estações de trens e metrôs, mesmo que a céu aberto. Nenhum município pode liberar as máscaras antes disso, mas poderão manter a obrigatoriedade caso entendam necessário.

Até esta quinta (25/11), o governo espera que o estado atinja 75% da população com o esquema vacinal completo, uma das metas estipuladas para a liberação do uso de máscaras ao ar livre. São Paulo tem hoje 74,5% de sua população com o esquema vacinal completo.

Outras três metas de indicadores haviam sido estipuladas pelo Comitê Científico, formado por cientistas e médicos, que assessora o governo na tomada de decisões relacionadas à pandemia. Os indicadores são:

  • 75% da população com o esquema vacinal completo (duas doses ou dose única)
  • Menos de 1.100 casos novos por dia na média móvel
  • Menos de 300 internações diárias na média móvel
  • Menos de 50 óbitos por dia na média móvel

Nem todos os indicadores foram atingidos, mas o governo espera que eles sejam alcançados até 11 de dezembro.

O secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, disse que a maior atenção é na vacinação, mas explicou que caso os índices não sejam atingidos em 11 de dezembro, a liberação de máscaras poderá ser repensada.

“A decisão foi tomada baseada neste número de 1100 casos, 300 casos de internação e 50 casos de óbitos e são exatamente estes números que farão com que as nossas estratégias sejam consagradas ou não. Neste momento nós temos uma previsibilidade dessa retirada de máscaras em ambientes externos sem aglomeração, mas podemos mais adiante reavaliar esses dados para garantir a continuidade deste processo ou não”, falou.

“Para ocorrer a circulação do vírus, nós temos que ter uma vacinação menor, então o nosso foco maior é garantir que as pessoas estejam vacinadas. Isso repercute no número de casos, de internações e de óbitos. Os índices que foram colocados pelo Comitê estão muito próximos de serem atingidos e devem ser atingidos nos próximos dias”, acrescentou.

Hoje, as taxas de ocupação de UTIs é de 21,6% no estado de São Paulo e de 27,9% na Grande São Paulo. Ao todo, o estado soma 153.639 óbitos por Covid-19.

Related Articles

Fique conectado

FansLike
FollowersFollow
0FollowersFollow

Outras matérias