24.5 C
Amazonas
sexta-feira, janeiro 15, 2021

Decisão do STF sobre Ficha Limpa pode cassar mandatos de prefeitos e deputados

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) que validou hoje (4) a aplicação da Lei da Ficha Limpa para casos anteriores a 2010 pode provocar a cassação do mandato de centenas de vereadores, pelo menos 20 prefeitos, além de deputados estaduais e federais. Ainda não há um levantamento oficial da Justiça Eleitoral sobre a situação dos eleitos, mas os números foram citados pelo ministro Ricardo Lewandowski durante o julgamento.

Diante da situação provocada pela decisão, o alcance do resultado do julgamento deve ser discutido pela Corte na sessão desta quinta-feira (5), motivada pela preocupação do ministro, que proferiu um dos votos contrários a aplicação retroativa.

“Fui informado por um grupo de parlamentares que centenas de vereadores já no exercício do mandato, cerca de 20 prefeitos na mesma situação, alguns deputados federais, incontáveis estaduais podem ter os seus mandatos cassados por esta decisão retroativa, afetando inclusive o coeficiente eleitoral”, disse o ministro.

Com a decisão do STF, por 6 votos a 5, o entendimento que prevaleceu é no sentido de que é no momento do registro de candidatura na Justiça Eleitoral que se verifica os critérios da elegibilidade do candidato. Dessa forma, quem foi condenado por abuso político e econômico, mesmo que anterior à lei, está inelegível por oito anos e não poderá participar das eleições do ano que vem.

O processo, que tem repercussão geral, e cuja tese se aplicará a centenas de casos que se acumulam na Justiça Eleitoral, foi motivado pelo recurso do vereador Dilermando Soares, de Nova Soure, na Bahia, que foi condenado por abuso de poder econômico e compra de votos em 2004, quando ficou inelegível por três anos, conforme a regra vigente à época. Após a Ficha Limpa, entretanto, ele teve seu registro negado nas eleições de 2012.

Related Articles

No Twitter, internautas pressionam Maia a pautar impeachment de Bolsonaro

Com a segunda onda da Covid-19 em alta e com o colapso no sistema de Saúde de Manaus (AM), onde pacientes estão morrendo por...

Bolsonaro sobre vacina: “A obrigatoriedade vira uma irresponsabilidade”

A apoiadores, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta sexta-feira (15/1), que não faz campanha contra a vacina da Covid-19, mas voltou a questionar a eficácia...

Governo do Estado inicia transferência de pacientes com Covid-19 para hospitais de outros estados

Nove pacientes que estavam internados nas unidades da rede pública estadual foram transferidos, na manhã desta sexta-feira (15/01), para continuar o tratamento em Teresina,...

Stay Connected

21,369FansLike
0FollowersFollow

Latest Articles

No Twitter, internautas pressionam Maia a pautar impeachment de Bolsonaro

Com a segunda onda da Covid-19 em alta e com o colapso no sistema de Saúde de Manaus (AM), onde pacientes estão morrendo por...

Bolsonaro sobre vacina: “A obrigatoriedade vira uma irresponsabilidade”

A apoiadores, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse, nesta sexta-feira (15/1), que não faz campanha contra a vacina da Covid-19, mas voltou a questionar a eficácia...

Governo do Estado inicia transferência de pacientes com Covid-19 para hospitais de outros estados

Nove pacientes que estavam internados nas unidades da rede pública estadual foram transferidos, na manhã desta sexta-feira (15/01), para continuar o tratamento em Teresina,...

Vereador Peixoto fará doação de álcool em gel nas zonas leste, oeste e norte

Com o avanço do número de casos do novo coronavírus (Covid-19) em Manaus, o vereador Peixoto (PTC), fará a doação 500 unidades de álcool...

Prefeitura de Manaus amplia capacidade de atendimento do SOS Funeral

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), ampliou a capacidade de atendimento do SOS Funeral,...