Bolsonaro falta a evento judeu fechado a imprensa; SBT e Record entram

© Reprodução/Youtube
Compartilhe:

O presidente Jair Bolsonaro desistiu de comparecer à celebração do Ano-Novo Judaico, na Embaixada de Israel, em Brasília. O evento ocorreu na tarde desta terça-feira (15) e deveria ser fechado para a imprensa. No entanto, as emissoras SBT e Record foram vistas entrando no local.

Marcado para as 17h, o aviso da Secom (Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República) informava que o evento seria fechado aos jornalistas, mas teria transmissão ao vivo da EBC (Empresa Brasil de Comunicações). O documento foi enviado aos jornalistas às 13h47.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, representou o presidente e fez um breve discurso, no qual pediu para ouvir o Hino de Israel e pediu que Deus abençoasse o Brasil e o país do Oriente Médio.

Também presente, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, destacou a aproximação entre os dois países durante o governo Bolsonaro.

“Irmandade muito profunda e que durante muito tempo estava debaixo da terra, estava acho que guardada, e que finalmente está germinando graças ao nosso presidente Jair Bolsonaro”, discursou. O ministro da Economia, Paulo Guedes, também compareceu, mas não falou na cerimônia. Com informações de Poder 300.