30.8 C
Amazonas
sexta-feira, janeiro 22, 2021

Amapá volta a registrar falta de luz em municípios dois meses após apagão

O Amapá voltou a registrar falta de energia na quarta-feira (13/1) em 13 dos seus 16 municípios. Segundo a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), o problema ocorreu por volta das 16h.

De acordo com a companhia, houve alguma falha na linha de transmissão. A Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE) informou que “sofreu uma ocorrência externa ao seu controle na linha de transmissão de Laranjal à Macapá, que abastece sua subestação Macapá, todavia a questão já foi resolvida”.

A falha no fornecimento de energia desta quarta ocorre dois meses após o estado sofrer com uma crise energética que atingiu 90% da população, em novembro de 2020.

Em 23 de dezembro, a subestação de Macapá ativou o transformador de “backup” a fim de garantir segurança energética à população.

Apagão no estado em 2020

Em 3 de novembro do ano passado, 13 dos 16 municípios sofreram com um blecaute que durou mais de 20 dias.

De acordo com um relatório do Corpo de Bombeiros divulgado no início da semana, a subestação de Macapá que pegou fogo e levou ao apagão de 22 dias em 13 dos 16 municípios do Amapá não tinha sistemas preventivos contra incêndio.

“Durante as conversações e coletas de dados para o preenchimento do relatório de ocorrência, questionamos sobre os sistemas preventivos daquela planta, bem como do plano de ação em caso de sinistro. Obtivemos a resposta que não possuíam”, diz o Relatório de Análise de Perturbação (RAP), documento produzido pelo Operador Nacional do Sistema (ONS).

O documento afirma que não foram identificados “sistemas preventivos no entorno da região sinistrada”, salvo uma parede que separava o “transformador sinistrado dos demais e o deck que o cercava”.

Segundo o relatório, as estruturas no local do incêndio não eram suficientes para combatê-lo.

A ONS também produziu um relatório preliminar sobre o apagão. O órgão é responsável pela coordenação e pelo controle da operação das instalações de geração e transmissão de energia elétrica no Sistema Interligado Nacional e pelo planejamento da operação dos sistemas isolados do país.

O documento foi formulado em 17 de novembro e descreve que o apagão iniciado às 20h48min do dia 3 de novembro foi resultado de uma “contingência múltipla”.

“O evento em pauta foi resultado de contingência múltipla (indisponibilidade do TR-2 e perda dos outros dois transformadores em um mesmo evento), e que a carga local já é suprida conforme critério estabelecido no planejamento da expansão (n-1) para todas as subestações do país”, descreve o documento.

Related Articles

Famílias que ocupam prédio público no centro histórico de Manaus, recebem cestas básicas

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), entregou, na quinta-feira, 21/1, cestas básicas a 35...

Thelma, do ‘BBB 20’, trabalha como médica em Manaus na pandemia

Thelma Assis, médica que foi campeã do Big Brother Brasil em 2020, está em Manaus, no Amazonas, trabalhando no combate à pandemia do novo...

Dra. Mayara vai propor criação de consórcio para Estado comprar vacinas

A deputada estadual, Dra. Mayara Pinheiro Reis (PP), vai apresentar um indicativo ao Governo do Amazonas para a criação de um consórcio público junto...

Stay Connected

21,393FansLike
0FollowersFollow

Latest Articles

Famílias que ocupam prédio público no centro histórico de Manaus, recebem cestas básicas

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), entregou, na quinta-feira, 21/1, cestas básicas a 35...

Thelma, do ‘BBB 20’, trabalha como médica em Manaus na pandemia

Thelma Assis, médica que foi campeã do Big Brother Brasil em 2020, está em Manaus, no Amazonas, trabalhando no combate à pandemia do novo...

Dra. Mayara vai propor criação de consórcio para Estado comprar vacinas

A deputada estadual, Dra. Mayara Pinheiro Reis (PP), vai apresentar um indicativo ao Governo do Amazonas para a criação de um consórcio público junto...

Conheça os programas que utilizam as notas do Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderá ser usado para acessar o ensino superior por meio de programas federais como o Sistema de...

Programa de Regionalização da Merenda Escolar beneficia agricultura familiar no Amazonas

O Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme), realizado pela Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), beneficiou em 2020, 15 cooperativas, 29 associações, 18 agroindústrias...